segunda-feira, 8 de outubro de 2007

São Pedro do Sul e Vouzela


Neste final de semana prolongado fomos para São Pedro do Sul e Vouzela.
A aventura estava excelente, os dias passam rápidos quando estamos na boa.
Chegamos na sexta e voltamos no domingo. Vimos paisagens magnificas que ficarão para sempre na memória e algumas delas ficaram registadas em fotos.
Mas como sempre, muitas boas fotos, ficam mesmo só na memória e no coração.
Comi os famosos pastéis de Vouzela, é um pastel de massa muito fina recheado de ovos moles, uma delicia.

Visitamos uma torre medieval em Vilharigues. Típica aldeia serrana, onde as tradições e as marcas do passado estão bem presentes, é essencialmente conhecida pelas ruínas do seu castelo, de onde se desfruta uma magnífica vista. Esta construção fortificada surge entre o séc. XII e XIII, sendo adoptada como residência pela pequena e média nobreza.
Numa altura em que a riqueza dependia, em muitos casos, do número de terras possuídos ou do número de direitos sobre elas recaídos, «as casas torre eram o mais nobre e evidente sinal de senhorio sobre uma terra.»

A vista sobre o vale do Vouga é maravilhosa!
Vouzela é um charme.

S. Pedro do Sul é uma vila beirã que se situa em pleno vale de Lafões, emoldurada pelos maciços das serras da Arada, Gralheira e S. Macário,com as suas paisagens verdejantes, os seus riachos de água fria e cristalina, as suas aldeias escondidas nos vales e montanhas aliadas ao magnífico pôr e raiar do sol, dos quais se pode desfrutar, constituem um pedaço do mundo que serve de refúgio aos Deuses da inspiração.

Aqui a vida corre ao sabor da calmaria do tempo e num espaço que chega para que todos vivam em harmonia com a natureza. Todo este maciço montanhoso do “Monte Magaio” vive envolto em tradições, rituais, mitos, lendas, crenças de cabras que matam lobos, de serpentes que comem homens e de santos que transportam brasas acesas nas mãos, cujas memórias não se apagaram no correr dos novos tempos. Terra de termas e velhotes, que estão nos hotéis, nos cafés, enfim em todo o lado.
Valeu mesmo a viagem.

2 comentários:

mutantismos disse...

Valéria! Minha "irmã" distante... Cheguei a ter um pequeno aperto no coração, uma tristezinha misturada com felicidade em ver teu comment no mutantismos. Acho que esse sentimento misturado a gente define por saudade.

Agora tu és blogueira. Gostei de ver tuas palavras em português lusitano. É super bonitinho.

Mil beijos pra ti e pros teus guris.
Raul.

Guta Nascimento disse...

oi valéria,
cheguei ao seu blog via o mutantismos do raul.
adorei saber mais sobre são pedro do sul.
e a partir de agora sonho um dia comer um pastel de Vouzela.
escreva sempre !