terça-feira, 29 de janeiro de 2008

Situações complicadas


Desde que voltamos das férias estava ciente que uma mudança de casa me esperava.
Tirando o trabalho de embalar as tralhas todas e tratar das burocracias da venda do apto e da compra da nova casa, restava sempre a motivação de vir a estar em uma casa novinha em folha, isso me animava muito.
Sempre contra o tempo, as tratativas foram evoluindo dia-a-dia.
Compra de electro domésticos novos, solicitar a ligação da luz e água, combinar a data da mudança, tudo isso aconteceu em uma semana.
Mas os imprevistos estão aí, prontos para acontecer, mesmo quando tudo parece correr dentro da normalidade.
A empresa construtora da casa é de propriedade de uns espanhóis, junto com um português (engenheiro e gestor da obra).
O português vendeu 4 casas e embolsou o dinheiro, deixando para trás os pagamentos dos serviços realizados.
Um dos sócios espanhóis veio para Portugal com o objectivo de assumir a gestão das vendas e sanear as contas. Esse é um espanhol, filho de brasileira com pai espanhol. Daquelas pessoas que não inspiram confiança nem a uma criança.
Bati o olho nele e disse "isso não vai ser assim simples como parece"
Dito e feito: as coisas se complicaram, a casa não vai ficar pronta para a nossa mudança, teremos de guardar as nossas tralhas no apto de um tio do meu marido, que está vazia e nós deveremos ir passar uma temporada na casa dos meus sogros.
Enfim as coisas não são exactamente como parecem, e isso é só um desabafo de uma brasileira em terras lusas.

2 comentários:

Fabi disse...

Boa sorte!!!
Vai tudo correr bem!! Já já estaremos lá na "pixina" kkkkkkkkkk
bjsss

mutantismos disse...

tem certeza que tu não tá no brasil ainda???? parece coisa daqui...
boa sorte e calma, vai dar tudo certo.

bjos